IMPRENSA
18 de agosto de 2020 - 08h06

A- A A+

Primeiro debate prévio do Amazônia+21 será nesta quarta-feira

Acontece nesta quarta-feira, 19, o primeiro de uma série de encontros online preparatórios ao Fórum Mundial Amazônia +21, que acontecerá de 4 a 6 de novembro deste ano, também de forma virtual. O fórum tem como objetivo estimular o desenvolvimento sustentável da região amazônica e é promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), em conjunto com a Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), e conta ainda com apoio da Confederação Nacional das Indústrias (CNI).


Com o tema “Visão de Futuro, Oportunidades e Desafios para a Região Amazônica", este primeiro encontro contará com a participação do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que é o presidente do Conselho da Amazônia Legal. Com ele, participam o presidente da CNI, Robson Andrade, o presidente da FIERO e da ADPVH, Marcelo Thomé, e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves.


Ainda antes do evento principal de novembro, serão realizados outros três debates prévios. No próximo dia 26, o tema a ser abordado é a “Cooperação Internacional, Fomento Público e Privado e Mecanismos de Alavancagem para o Desenvolvimento da Região Amazônica". Os próximos, acontecerão em 23 de setembro e 14 de outubro.


De acordo com o presidente da FIERO e da ADPVH, Marcelo Thomé, "o evento é uma grande oportunidade para construir soluções sustentáveis como forma de se promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas que residem na região amazônica".


Marcelo Thomé explica que o Amazônia +21 é organizado em quatro eixos temáticos interconectados: Negócios Sustentáveis, Ciência, Tecnologia e Inovação, Funding (captação de recursos financeiros para o investimento específico pré-acordado de uma empresa) e Cultura.


O Amazônia +21 é aberto para a participação popular. Para se inscrever, basta acessar o site https://amazonia21.org/. A inscrição é gratuita


Mais notícias

Leilões de saneamento bem-sucedidos mostram disposição da iniciativa privada para investir no setor

Um sistema industrial forte

68 por cento das indústrias estão com dificuldades para obter insumos no Brasil, mostra pesquisa da CNI

Privatizações e reforma de tributária são essenciais para o Brasil voltar a crescer, diz presidente da CNI