IMPRENSA
19 de dezembro de 2018 - 10h32

A- A A+

Instrutores do Senai RO participam de intercâmbio técnico

Desafiar os instrutores das Escolas Senai do Estado de Rondônia, no desenvolvimento de uma Solução Pedagógica Inédita na Educação Profissional. Este é o objetivo do Programa Senai de Coordenação Pedagógica e Desenvolvimento Docente – PSCD, que promoveu, no período de abril a junho de 2018, o Desafio Desvendando o Senai 4.0, com a participação dos instrutores do Senai Rondônia na 3ª Jornada Pedagógica Nacional de Educação Profissional e Tecnológica.

 

Como reconhecimento, as equipes vencedoras, dentre elas, a de Ji-Paraná, denominada Perseverança, que ocupou o 3º lugar entre as 239 equipes participantes de outros DRs, recebendo como prêmio a oportunidade de realizar um intercâmbio Profissional na escola Senai de Curitiba (Campus da Indústria e Portão), escolhida pelo próprio Instrutor de acordo com a área de atuação, para aquisição de novos conhecimentos e experiências, tendo suas despesas custeadas pelo DN. O mobilizador da equipe rondoniense contemplado foi o instrutor João Henrique Alves da Silva, da área de construção civil, gestão, segurança do trabalho e consultor Lean Manufacturing, da escola Sesi-Senai de Ji-Paraná.

 

De acordo João Henrique, o objetivo do projeto foi desenvolver uma solução pedagógica inédita – que não seja usual na educação profissional, que promova ações transformadoras e seja capaz de contribuir significativamente para aprimorar a forma como os professores ensinam e/ou como os alunos aprendem.

 

“O meu papel na equipe foi de mobilizador, ou seja, agente que media a motivação das atividades que deviam ser desenvolvidas e entregues pelos demais participantes do grupo formado pelos instrutores Ionês Nunes Vieira, Stela Falqueto, Orcimara Bressanelli e Geanderson Santos”, disse João Henrique.

 

João Henrique acrescenta que o Desafio Desvendando o Senai 4.0 possibilitou uma rica experiência e abertura para novos saberes e adaptação do uso de tecnologias as práticas pedagógicas. “Esse projeto, sem dúvida, desmitificou os agentes do processo de ensino e aprendizagem as práticas convencionais de ensino. A escolha da escola Senai Campus da Indústria, escola teórica e a Escola Portão, laboratórios práticos, foi em detrimento da estrutura física e pedagógicas no atendimento aos cursos de construção civil que contribuíram com experiências docente e com novas ideias para as escolas de Rondônia”, explica.

 

Para o superintendente do Sesi-IEL e diretor regional do Senai-RO, Alex Santiago, a Jornada representa um debate, um alinhamento de informações no que diz respeito à parte didática e pedagógica dentro da instituição. “A edição deste ano teve um foco muito voltado para a questão dos grandes desafios, incluindo a tecnologia conhecida como Indústria 4.0. O trabalho abordou várias questões e de que forma poderemos implementar essas inovações em sala de aula, e que contribuição o Senai pode levar para indústria a partir dessa nova revolução”, frisou Santiago.

 

Na análise do coordenador de Educação Sesi-Senai-IEL-RO, Jair Coelho, a experiência desta visita dá esperança ao docente. Esperança em seu papel como agente transformador, reconhecimento pelo trabalho árduo que é desenvolvido todos os dias em suas práticas.  Além dos processos de ensino e aprendizagem, é interessante conhecer a estrutura operacional das escolas, verificar a estrutura de capital humano e suas atribuições na gestão escolar. “O que se pode concluir desta experiência é que a educação não pautada apenas em laboratórios e insumos, mas sim, no trabalho do docente, junto com a equipe pedagógica para que a aprendizagem do aluno seja satisfatória e que se forme um profissional que seja capturado pelo mercado de trabalho”, comenta.

 

 A gerente da escola Sesi-Senai Ji-Paraná, Cíntia Alves lembra que visitar outro departamento regional é de extrema importância, assim como a interatividade e a troca de experiências, pois dentro da realidade de cada DR são encontradas metodologias aplicadas de formas diferentes, que enriquecem a propagação de novos olhares. “Em sintonia com as demandas industriais do futuro, nossa equipe está em constante aprimoramento, incorporando temas como inovação, inteligência artificial e carreiras da nova economia”, conclui.

 

 

 

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero

  

 

 

 

 


Mais notícias

Senai RO certifica três turmas de cursos técnicos, na capital

Visita técnica oportuniza novos conhecimentos, afirma aluno do Senai Cacoal

Senai e Energisa formam profissionais para atender as demandas do setor elétrico

Senai e Energisa assinam convênio para formação de 300 eletricista e 60 técnicos