IMPRENSA
17 de dezembro de 2019 - 14h28

A- A A+

Emoção marca solenidade de formatura de alunos SESI e SENAI de Vilhena e Chupinguaia



Familiares, amigos e professores se emocionaram com a solenidade de formatura dos alunos da pré-escola e terceiro ano do Ensino Médio EBEP do SESI e mais 15 turmas de cursos Técnicos e de Aprendizagem da escola SESI-SENAI de Vilhena. O evento aconteceu na última sexta-feira, 13, na igreja Batista Nova Vilhena. Abrilhantando ainda mais a formatura, houve a apresentação do Musical Clear, feito pelos alunos do Pré II, desenvolvido pela professora Luana da Mata. Além de apresentação de dança e coral também realizado pela Pré escola.


A cerimônia contou com momentos marcantes, como o pronunciamento dos oradores das turmas, a entrega dos certificados e principalmente para o gerente da unidade, Silvio Henrique Lattaro Leite, que não segurou a emoção ao entregar o certificado do pré-escola para sua filha Brenda Lattaro.


Leite pontuou que esta teria sido uma das formaturas mais emocionantes realizadas pela escola. “Com participação de pais e alunos temos a certeza que estamos na direção correta e cumprindo o nosso papel como escola. Não existe alegria maior do que fazer parte do início da realização de sonhos, que é o que representa cada aluno que está se formando hoje. Só tenho a agradecer a toda equipe do SESI/SENAI envolvida para que acontecesse este evento tão bonito”, disse.


A coordenadora de Educação Aline Luciana Souza relatou que a emoção é maior a cada ano. “O sentimento é de muita gratidão a cada professor, equipe pedagógica, empresa parceira que faz parte da aprendizagem básica e técnica e principalmente aos alunos que fizeram da formatura uma festa linda, que de fato apontou para o início de grandes carreiras que serão desenvolvidas”, declarou.
 
A professora de História, Maria de Lourdes Souza Lima e Silva, que faz parte da equipe SESI há 16 anos, encerrou a formatura homenageando os alunos da Educação Básica (Ensino Médio). Segundo ela, “foi uma linda festa que a cada ano nos faz sentir uma emoção diferente”, garantiu.


O vice-presidente de Assuntos Legislativos da FIERO e secretário de Indústria e Comércio de Vilhena, Marcondes Cerrutti lembra que a Confederação Nacional da Indústria divulgou em julho deste ano, os números de uma pesquisa realizada pelo Instituto FSB com 4 mil empresários de todo o país, que avaliaram os cursos do SESI e SENAI como ótimos ou bons. “A pesquisa confirma o que é percebido na prática, afirma Cerrutti, as duas instituições são consideradas as que mais contribuem para a formação profissional no Brasil”, disse.

 

Os empresários avaliaram os cursos do Senai como ótimos ou bons (83,2%) e as ações do Sesi da mesma forma (77,4%). Para 89,7% desses empresários, a imagem das duas instituições é considerada positiva. Em relação ao Senai, 87% citaram pontos positivos da instituição e indicaram, de forma espontânea, a qualidade dos cursos (41,2%), a formação de trabalhadores (13,4%) e os cursos (9,8%) como seus principais atributos. Os cursos técnicos são as ações desenvolvidas pela instituição mais conhecidas dos empresários, citados espontaneamente por 78,7% deles.

 

Rondônia está inserido neste contexto, pois as unidades na capital e no interior do estado estão acompanhando as transformações produtivas e desenvolvendo grades curriculares voltadas às necessidades reais das indústrias. No ponto de vista de Cerrutti os resultados da pesquisa são um reconhecimento a importância do trabalho realizado pelo SESI e SENAI para a indústria e para a sociedade brasileiras. “Um trabalho que amplia a competitividade das empresas e, acima de tudo, tem um poder transformador nas vidas das pessoas que passam por seus cursos e programas, contribuindo de maneira direta para o desenvolvimento econômico e social do país.

 

Assessoria de Comunicação Social FIERO

 


Mais notícias

SENAI RO, entre os vencedores pelo terceiro ano consecutivo do Edital Nacional “SENAI Lab Nível II”

SENAI ajuda a nacionalizar produção de ventiladores pulmonares

SENAI, Bio-Manguinhos e Diklatex desenvolvem tecido que neutraliza o coronavírus

Alunos do SENAI de Espigão do Oeste colocam a mão na massa