IMPRENSA
07 de December de 2023 - 11h51

A- A A+

Parceria SENAI e SEJUS capacita apenados do sistema prisional de Rondônia

Os cursos profissionalizantes são oferecidos para oportunizar a ressocialização de apenados mediante a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Rondônia (SENAI-RO) com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). A modalidade das aulas é presencial, em salas instaladas dentro das próprias unidades prisionais, onde os instrutores trabalham teoria e prática.

 

O objetivo, explicou o diretor regional do SENAI-RO, Alex Santiago, é qualificar apenados nas mais diversas áreas do conhecimento. “Esse indivíduo, ao sair do sistema penitenciário, terá uma alternativa de inserção no mercado de trabalho, dando para ele renda e dignidade, de maneira a que a sua reinserção na sociedade seja a mais rápida e a mais eficaz e eficiente possível”, afirmou.

 

Santiago disse ainda que os cursos ministrados vão desde a panificação à área da construção civil, mecânica de motos e automóveis. “Portanto, ao saírem do sistema penitenciário com uma profissão e capacitados pelo SENAI, certamente poderão desenvolver de maneira mais plena e mais justa sua cidadania”.

 

Os cursos são ministrados em vários presídios de Porto Velho a Vilhena. “A ideia é levar para todo o Estado, dentro do sistema carcerário, uma solução de qualificação profissional de mais alto nível, fazendo com que essas pessoas possam ter opções no futuro. Esses cursos de qualificação profissional variam, de 120 a 240 horas, porque cada capacitação exige uma carga horária diferenciada. Mas o fato é que, seja de 120, seja de 240, esse indivíduo sai com a qualificação profissional atestada pelo SENAI”, ressaltou.

 

Quanto ao funcionamento dos cursos, o diretor pontuou que “na realidade, como nós levamos o curso até o sistema penal, ele precisa ter uma execução diferenciada com relação às demais demandas. Seja na disponibilização de equipamentos, pois nem todos podem ser, por razões óbvias, disponibilizados. Seja pela forma com que as aulas práticas são realizadas. Nós levamos o professor e toda a estrutura para a realização das aulas práticas, para dentro do presídio, seguindo premissas básicas de segurança, por estarmos em ambiente diverso de uma sala de aula, no entanto, não abrimos mão da qualidade da entrega”.

 

O diretor Alex Santiago finalizou lembrando que o SENAI-RO integra as ações do governo estadual para a diminuição da reincidência criminal por meio da inserção dos reeducandos no mercado de trabalho, no pós-cumprimentos de penas. “Esse processo de ensinar, passo a passo novas profissões, é o que gera a oportunidade de mudança de vida mediante o trabalho. A educação tem a capacidade de mudar a perspectiva de vida dos apenados e de seus familiares, ao mesmo tempo diminuir cada vez mais a reincidência criminal”.

 

 


Mais notícias

Palestras, debates e oficinas integram a 8ª Jornada Pedagógica Nacional de Educação do SENAI

DR-RO participa da capacitação de Multiplicadores em bioeconomia na Amazônia Legal

SENAI Jaru promove palestra motivadora sobre o curso técnico em qualidade

Unidades SESI-SENAI-IEL recepcionam alunos dos cursos de Aprendizagem Industrial e Jovem Aprendiz