IMPRENSA
06 de February de 2024 - 10h54

A- A A+

Unidades SESI-SENAI-IEL recepcionam alunos dos cursos de Aprendizagem Industrial e Jovem Aprendiz

As aulas inaugurais dos cursos dos programas Aprendizagem Industrial e Jovem Aprendiz 2024 mobilizaram professores e alunos das unidades SESI-SENAI-IEL de Rondônia. Na oportunidade, além do acolhimento aos alunos, a equipe apresentou as propostas curriculares, os professores, laboratórios e também as salas de aula. 


Em Cacoal foram iniciadas as atividades dos cursos de assistente de planejamento, programação e controle de produção; cibersistemas para automação e o de operador de computador e técnico em segurança do trabalho, em Rolim de Moura e ainda duas turmas do curso de assistente administrativo, sendo uma turma em cada cidade.


“Os novos alunos foram recepcionados num momento de acolhimento e orientações importantes para o desenvolvimento do curso”, explicou a professora Silvana Macêdo. “Em nossas falas, buscamos incentivar os alunos, sanar dúvidas a respeito do curso, da metodologia semipresencial, do uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), do cronograma das aulas, entre outros. Há uma preocupação inicial em esclarecer o máximo possível sobre a instituição e o curso, em especial sobre a metodologia semipresencial, para que a insegurança tão presente nessa faixa etária não atrapalhe o desenvolvimento do ensino e da aprendizagem, e comece a assegurar a conclusão do curso com êxito. Tão importante quanto a integração dos alunos, o corpo docente e a instituição é, também, firmar parceria com os familiares. Assim, estabelecemos uma relação mais “azeitada”, tão necessária durante o curso e essencial nos momentos em que o jovem sinaliza incerteza, ou alguma perspectiva de evasão”, disse a professora Silvana Macêdo.  


A coordenadora Pedagógica e gerente interina, Rosiani Módolo explicou que “o objetivo dos cursos é preparar para entrar nas indústrias, nós do SENAI de Rondônia estamos em sintonia cada vez mais afinada com o legado da FIERO, contribuir para o desenvolvimento sustentável de Rondônia, com o compromisso de qualificar jovens para o mercado de trabalho, atendendo as necessidades da indústria rondoniense”, Rosiani Módolo. Ainda conforme Rosiani, a aula inaugural é um evento que proporciona ao estudante o acolhimento e orientações importantes para a realização das atividades escolares, a fim de contribuir com o sucesso de sua aprendizagem. “Estrategicamente, convidamos os responsáveis para fortalecer parcerias objetivando que a turma tenha 100% de aproveitamento ao final do curso”.  


Em Ji-Paraná e Jaru, de acordo com a gerente Cintia Aparecida, houve às boas-vindas aos alunos com a participação do professor Thalisson Alves Teixeira (Profissional de Educação Física do SESI), que realizou a dinâmica da caneta em grupo, preparada para os alunos do SENAI que estão começando a se profissionalizar para o mercado de trabalho. 


De acordo com a gerente, um dos objetivos da atividade é quebrar o gelo entre os alunos e fazer com que trabalhem em duplas ou em trios. “A ação consiste em se locomover por um determinado local orientados pelo professor. Dessa forma, todos deveriam confiar no seu colega que está ao seu lado, sempre ajudando da melhor forma, para que todos cheguem no destino final da atividade, sem deixar a caneta cair no chão”, disse.


A unidade de Ariquemes também deu às boas-vindas aos discentes dos cursos de Aprendizagem Básica e Técnico, com a mensagem da gerente Ângela Candelório Bim. “Temos turmas em Itapuã, Alto Paraíso e Distrito de Bom Futuro, todas em parceria com as Prefeituras locais, nos cursos de Assistente de Logística, mecânica de motos, assistente administrativo, operador de computador, mecânico de máquinas industriais, técnico em edificações e técnico em eletrônica. 


Na unidade SENAI CETEM de Porto Velho, a coordenadora Pedagógica, Kamila Silva, em nome do gerente Cleber Santos, recepcionou os alunos de Aprendizagem Básica e Técnico e Jovem Aprendiz (presencial e EAD). Em sua mensagem, Kamila falou “da satisfação de recebê-los em nossa instituição de ensino, que eles aproveitem e se dediquem ao máximo, para que saiam prontos para a atuação no mercado de trabalho. Digo sempre que eles são os protagonistas do aprendizado deles, enfatizar a importância da presença deles na escola. Que seja um primeiro passo de um longo caminho de aprendizagem e sucesso”, disse. 


A gerente da unidade CEET Lagoa de Porto Velho, Juliane Loubach falou com os alunos da importância deste primeiro contato e da integração com a escola e professores. “Vocês iniciam hoje uma nova jornada de novos conhecimentos, de aprendizado que vai alicerçar o futuro profissional de cada um que optou por se profissionalizar no SENAI”, ressaltou. 


De acordo com o gerente da unidade de Vilhena, Silvio Leite, o SENAI Rondônia iniciou mais um ciclo de cursos de Aprendizagem, dentre eles, o de costureiro sob medida, eletricista de instalações prediais, mecânico de manutenção de motocicletas, operador de manutenção eletromecânica, assistente contábil financeiro, instalador e reparador de redes de computadores e técnico em administração. “É muito inspirador ver o rosto de cada aluno no primeiro dia de aula, e imaginarmos como instituição, o que o SENAI poderá fazer pela vida de cada um desses jovens”, falou.


“Sobre o retorno das aulas, nós chamamos de aula inaugural, que constitui uma estratégia nossa”, afirmou o gerente de Educação Básica e Profissional SESI-SENAI-IEL-RO, Jair Coelho. “Sabemos que a maneira como você recebe, não só os alunos que vão dar continuidade aos cursos e os novos, é importante. É aquele caso do não existe segunda chance para a primeira impressão, então é recepcioná-los mostrando principalmente as tecnologias educacionais, as tecnologias que o SENAI tem, para que eles vejam a diferença que vão ter no decorrer do curso escolhido”, pontuou.


“Hoje, quando eles chegam, os gerentes, a equipe pedagógica, os professores, além de dar boas-vindas, fazem um tour por todas as instalações das escolas de SENAI, para que vejam como vão passar o ano se aprofundando em tecnologia e, claro, fundamentalmente, aprendendo mais, se capacitando melhor, entendendo mais profundamente, se desenvolvendo para que se torne, no final, um aluno, um profissional de sucesso no mercado, ou pelo menos com possibilidades ampliadas perante as oportunidades”, finalizou Coelho.




 


Mais notícias

Palestras, debates e oficinas integram a 8ª Jornada Pedagógica Nacional de Educação do SENAI

DR-RO participa da capacitação de Multiplicadores em bioeconomia na Amazônia Legal

SENAI Jaru promove palestra motivadora sobre o curso técnico em qualidade

FINEP apresenta linhas de crédito para startups na FIERO