Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao navegar, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Aviso de Privacidade e nossa Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

IMPRENSA
13 de June de 2022 - 10h17

A- A A+

Instrutores de Elétrica do SENAI Cetem participam de treinamento em operação de subestações blindadas de média e baixa tensão

Michel Rodrigo Siepamann, Ricardo Cleudo Rocha Soares, Samuel Ferreira de Souza e Wilson Domingos e Silva, instrutores da equipe de Elétrica da unidade SENAI Cetem, em Porto Velho, participaram de treinamento teórico e prático sobre operação de subestações blindadas de média e baixa tensão, ministrado pelo diretor técnico da indústria Brval Eletrical Service, Ramon Bayeh.          

O treinamento, conforme o gerente da unidade, Cleber Santos, “é mais uma parceria com a Energisa, que proporcionou, a formação dos instrutores e também doou ao SENAI o equipamento, um Kit de manobra de baixa e média tensão”, disse. Santos acrescentou que a Brval é uma tradicional fabricante de conjuntos de manobra de baixa e média tensão, com homologação em diversas concessionárias brasileiras.

Com 8 anos de experiência, Ramon Bayeh comentou que sua atuação está voltada para o segmento de comissionamento, manutenções preventivas e corretivas, retrofit, comandos elétricos, parametrizações de relés de proteção, testes especializados e projetos de engenharia elétrica.

Bayeh, durante o treinamento, utilizou equipamento didático desenvolvido pela Brval e adquirido pelo Grupo Energisa para capacitação de novos técnicos e aperfeiçoamento dos profissionais que já atuam no segmento. “Para mim é um orgulho voltar a essa instituição para instruir professores, pois minha formação técnica foi através do SENAI e hoje, retornar e lembrar que já estive ali como aluno é bem emocionante”, comentou o diretor técnico da Brval.

Para o Samuel Ferreira de Souza, o treinamento aumentou o nosso nível de conhecimento, ainda mais que o setor elétrico, uma área vital para a indústria, passa por vários avanços tecnológicos. Ele citou como exemplo, a subestação blindada, que por ser compacta e tem alto nível de segurança, fazendo que o operador esteja protegido de qualquer incidente. Também realizamos ensaios de comissionamento e manutenção periódica em relés e sistemas de proteção, uma ferramenta ideal para qualificação profissional dos nossos alunos”.

Ricardo Cleudo, outro instrutor do SENAI Cetem que participou do curso, destacou que subestação blindada possui muitas vantagens que as tornam diferenciadas. “Ela pode ser instalada em um espaço bem reduzido, não necessitando de grandes medidas. A subestação blindada também é de baixa manutenção e suas operações são seguras, pois são contidas dentro de invólucros metálicos”, pontuou o profissional.

 

 

 


Mais notícias

De aluno olímpico ao sucesso como instrutor de panificação do SENAI Rondônia

SENAI Rondônia beneficia população de Candeias do Jamari com cursos EAD gratuitos

Gratuidade do SENAI Rondônia realiza cursos EAD para alunos de Guajará-Mirim e Nova Mamoré

Secretário regional da Sepog em Ji-Paraná conhece as instalações do SESI SENAI