IMPRENSA
08 de May de 2023 - 12h15

A- A A+

Consultora do DR de Rondônia ministra palestra sobre inovação na Feira Contrate-me SENAI

"Inovar é pensar e fazer acontecer" foi o tema da palestra ministrada pela consultora de Tecnologia e Inovação do SENAI-RO, Cleópatra Alves da Silva Caldeira. Seu tema foi selecionado pelo SENAI Departamento Nacional para participar da 5a Feira de Talentos Contrate-me, realizada no período de 3 a 5 de maio, cem por cento virtual. 


Segundo Cleópatra inovar é trazer algo novo para a sociedade, trazer melhorias significantes. "O ponto chave é pensar a inovação que agregue valor para as pessoas, que gere um bem. As inovações não são apenas tecnológicas. Temos na área da saúde e de moléculas derivadas da biodiversidade como plantas e animais. Inovação vem do conceito de descobrir algo que seja inovador e útil para as pessoas. Para inovar precisamos nos desfazer dos conceitos antigos para trazer essa renovação”, disse. 


Cleópatra citou Joseph Schumpeter e sua filosofia da destruição criativa, destruição criadora, é, em economia, um conceito popularizado pelo austríaco Joseph Schumpeter com base na obra Capitalismo, Socialismo e Democracia de Karl Marx. O conceito se popularizou no campo do pensamento econômico e, posteriormente da administração de empresas, a partir dos anos 1950.


Também se referiu ao trabalho de Miguel Angelo Laporta Nicolelis é um médico e cientista brasileiro, considerado um dos vinte maiores cientistas em sua área no começo da década passada pela revista de divulgação Scientific American. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.


Em seus projetos, Nicolelis e equipe desenvolveram próteses extremamente avançadas para uso clínico, em reabilitação motora, de pessoas com paralisia causada por danos neurológicos. O grupo de pesquisa foi responsável pela descoberta de um sistema que possibilita a criação de braços robóticos controlados por meio de sinais cerebrais. A partir da tecnologia, Nicolelis ajudou a ciência a avançar no entendimento do cérebro humano. Com as neuropróteses, o médico tem buscado restaurar a mobilidade em pacientes, melhorando assim a qualidade de vida deles. Primeiro brasileiro a estudar a neurociência. Ele conseguiu formas de mobilidade para pessoas que não conseguem.


A palestrante citou exemplos de destruição criativa – telefones com fio, celulares, dos primeiros modelos aos mais modernos. “É uma busca constante visando melhorias para facilitar a vida das pessoas. Falou da evolução dos videogames.  Odissey,1966, o primeiro videogame, criado para ter uma interação com a televisão, depois vieram as modificações com a fabricação de novos modelos passando pelo Nintendo até os modernos Xbox e Playstation 6 em alta definição, jogos 3-D. E ainda os jogos online. São exemplos de destruição criativa”.


A palestrante afirmou que ninguém inova sozinho. “É fundamental trabalhar em colaboração quando se almeja inovar pensando em melhorar a vida das pessoas. Não adianta tentar, porque em algum momento vai precisar de ajuda. Além de descobrir sua meta, a chave é trabalhar em parceria, buscar cooperação". Outro ponto abordado foi a da inovação inspirada na natureza. "Muitas invenções foram criadas a partir da inspiração na natureza, dentre elas, o velcro, uma invenção simples, porém de muita utilidade. De onde veio esse Insigth do inventor? Da observação da natureza", pontuou.  


A Biomimética compreende o estudo de modelos e estruturas biológicas e suas funções para aplicação desse conhecimento em diferentes áreas da Ciência. Um dos exemplos mais populares de aplicação da Biomimética é o velcro, criado pelo engenheiro suíço George de Mestral (em 1941) e inspirado no que popularmente chamamos de carrapicho. Diversas plantas são conhecidas por este nome, mas neste caso a observação foi realizada nas plantas do gênero Arctium (o mesmo da bardana), pertencentes à família Asteraceae. Segundo a história, Mestral resolveu investigar porque os carrapichos grudavam e decidiu observá-los através de um microscópio, o que permitiu visualizar que as pontas dos espinhos dos carrapichos são em formato de gancho.


Currículo da palestrante 


Doutora em Biotecnologia e Biodiversidade pela Universidade Federal do Amazonas - Rede Bionorte, Mestre em Biologia Experimental e Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Rondônia. Atualmente é consultora do SENAI Rondônia e coordenadora Técnica do Hub SENAI de Tecnologia e Inovação de Rondônia. Atua como especialista em Inovação e Transferência Tecnológica na Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia - FAPERO. Também é pesquisadora colaboradora no Centro de Estudos em Biomoléculas Aplicadas a Saúde-UNIR-Fiocruz Rondônia. Atua como professora colaboradora na disciplina de Introdução a Bioquímica para os alunos de Mestrado e Doutorado na Pós-Graduação em Biologia Experimental da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Apresenta experiência docente nos cursos de graduação: Medicina e Farmácia, nas disciplinas: Microbiologia, Bioquímica, Histologia, Toxicologia e Patologia Básica.


 

 

 


Mais notícias

Palestras, debates e oficinas integram a 8ª Jornada Pedagógica Nacional de Educação do SENAI

Profissionais do DR-RO participam de capacitação em eficiência energética

SENAI firma parceria com a plataforma Canva Educação

SENAI-RO apoia evento Vale do Madeira Summit 2023 com participação de palestrante do DN