IMPRENSA
25 de setembro de 2018 - 11h12

A- A A+

Primeira feira tecnológica movimenta Escola Sesi-Senai-IEL Cacoal

Divulgar trabalhos de iniciação científica, extensão e inovações tecnológicas desenvolvidos pelos alunos. Foram alguns dos objetivos da 1ª edição da Feira Tecnológica realizada pela escola Sesi-Senai-IEL com a participação de alunos da Educação Infantil, Fundamental I e Fundamental II da escola Sesi-Senai-IEL e alunos da Escola Estadual Josino Brito. O evento realizado sob a coordenação da professora Inayara Cristina Bortoleto Zaquel, teve como foco temas como Drones, Novas Tecnologias, Computação Quântica, Carros Elétricos, Impressora 3D, Realidade Virtual, Robôs na Indústria, Diversão Interativa.

O projeto da feira foi desenvolvido durante o mês de agosto e englobou todas as turmas do ensino médio, na disciplina de oficinas tecnológicas, os alunos foram divididos em equipes e cada uma tinha que pesquisar sobre seu tema, e desenvolver o trabalho para a apresentação da feira, que de forma geral compartilhou conhecimentos, desta forma enriquecendo a aprendizagem, que não se deu apenas na teoria, pois o Sesi Cacoal investe sempre em formas diversificadas de ensino.

Segundo a docente, os alunos fizeram toda a parte do trabalho escrito, desenvolvimento de slides, buscaram a melhor forma de apresentar o tema. “Como professora, apenas mediei o desenvolvimento dos estudantes dando total autonomia. No fechamento com a apresentação, eles foram avaliados uma semana antes com uma apresentação em sala e no balanço geral foi uma experiência muito boa, os alunos interagiram muito bem com os visitantes e estavam convictos falando do tema abordado”, elogiou Inayara.

Inayara ressalta que convidar uma escola com um número de alunos tão grande poderia até parecer um pouco assustador, pelo menos no começo, “mas sabemos que o desempenho de nossos alunos é sempre o melhor, e como previsto, eles novamente com muita dedicação e estudos, fizeram da I Feira Tecnológica um evento enriquecido de informações e aprendizagens”, argumentou.

"Penso que melhor que prestigiar um evento é participar dele de forma intensa” afirma a aluna da segunda série Larissa Pena Kuiawski. “Fomos divididos em grupos e tivemos bastante trabalho em montar, estudar tudo de forma bem cautelosa, o nervosismo bom de apresentar e ter domínio de tudo que era falado foi uma sensação incrível. Ansiosa pela II Feira Tecnológica já”, disse.

De acordo com a coordenadora da Educação da escola Sesi-Senai-IEL, Rosiani Módolo, é importante a escola ofertar aos seus discentes momentos que priorizem a iniciação científica, com projetos implementados ao longo das atividades letivas, a fim de desenvolver no seu alunado competências e habilidades necessárias para desenvolver a inovação e a pesquisa.

Rosiani acrescenta que a Feira de tecnologia contribuiu para inserir e despertar nos alunos o interesse pelas novas tecnologias, possibilitando que investiguem sobre problemas locais, regionais. “Eles tiveram os conhecimentos ampliados sobre determinado assunto através da pesquisa”, comentou.

A coordenadora destacou ainda que a visita da Escola Josino Brito, oportunizou aos alunos do Sesi expor projetos aos estudantes da escola visitada. “Os alunos da escola Josino Brito absorveram conhecimentos através da troca de ideias e informações entre eles e até os professores, que coordenaram a atividade participaram e aproveitaram este intercâmbio”, exultou Rosiani.

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero


Mais notícias

Sesi sedia em Porto Velho a 1ª Campus Party da Região Norte

Alunos Sesi-Senai de Cacoal participam de torneio interno de robótica

Passeio pelo Sítio do Pica Pau Amarelo é tema da edição 2018 do Sesi Kids

Fiero lança a plataforma Sesi Viva+ na capital