IMPRENSA
02 de dezembro de 2019 - 11h49

A- A A+

Público lota ginásio do SESI e se emociona com balé Branca de Neve


 

Palco armado. Iluminação e som testados. Bailarinos chegando para retoques finais e aquecimento nos bastidores. Pais com celulares e câmeras para registrar cada passo e apresentação. Toda a movimentação começou uma hora antes do horário previsto para o início da 29ª Mostra de balé do SESI, realizada sábado, 30, na quadra esportiva da escola SESI Lagoa, em Porto Velho.

 

A apresentação do balé Branca de Neve, teve início às 19h30, com a participação de mais de 150 bailarinos da escola de dança do SESI, Classe A, Dom Bosco e Escola Municipal João Ribeiro. As primeiras foram as pequenas bailarinas do baby balé e na sequência, a dança das moças, florestas, bichos, baile dos anões, solo caçadora, rainha, até o encerramento com todos no palco, sob a orientação e participação das professoras e coreografas Rita Nascimento, Tácia Barreto, Tailô Cristina e Sâmia Souza, que aterrorizou Branca de Neve – vivida por duas bailarinas, no papel duplo de madrasta e a bruxa.

 

O público não economizou aplausos, principalmente nas cenas mais marcantes, dentre elas, a entrada de Branca de Neve, a rainha (madrasta da Branca de Neve) arrancando o próprio coração e sua transformação em bruxa, o envenenamento da protagonista, a dança e o baile dos anões, até o encerramento com todos no palco.

 

A professora e coreógrafa Rita Nascimento frisou que quebrando os paradigmas sociais, o balé clássico fomenta todos os grupos, e idades, crianças, adolescentes, adultos, e em alguns lugares idosos. “Em nossa escola gostaríamos de parabenizar a aluna Graça Pimenta Costa que aos 53 anos se permitiu realizar o sonho de fazer balé”.

 

Há 27 anos residindo em Porto Velho, Graça Pimenta Costa, faz balé há três anos com a professora Rita Nascimento, falou da emoção de participar do espetáculo. “Aprendi que o balé é para todas as idades. É emocionante ver esse público caloroso nos assistindo e aplaudindo nossa apresentação feita com muito esmero e dedicação. O balé se tornou uma terapia e quando estou dançando esqueço todos os problemas”, contou.

 

O coordenador de Educação SESI/SENAI/IEL-RO, Jair Santiago Coelho marcou presença na 29ª Mostra de balé do SESI. Ele disse que ficou maravilhado com a presença do público e com a escolha do tema Branca de Neve, uma história que emociona a todos. “É o SESI contribuindo para a cultura, educação e entretenimento e o fortalecimento da imagem da instituição”, afirma.

 

A professora e coreógrafa Tácia Barreto conta que neste ano a ideia era entregar ao público um espetáculo divertido e com um tema conhecido por todos. “Optamos pela Branca de Neve e deu certo graças a reação positiva do público que lotou o ginásio do SESI para prestigiar e aplaudir nosso espetáculo. Tivemos duas bailarinas interpretando a personagem principal e a professora e aluna Sâmia Souza como a madrasta da Branca de Neve”.

De acordo com a jornalista Rafaela Schuindt, mãe da bailarina Bianca Schuindt, aluna de balé da professora Tailô Cristina, na escola Dom Bosco, o espetáculo emocionou o público que aplaudiu os bailarinos em cena aberta. “Todos estavam muito bem. Valeu a pena o tempo com ensaios e a ansiedade antes da apresentação. Em minha opinião, este foi o melhor espetáculo de balé realizado pelo SESI”, disse.

 

O grupo de balé Rita Nascimento hoje possui cerca de 170 alunos, envolvendo as Escolas SESI-RO, Dom Bosco, Escola Municipal João Ribeiro e Classe A Unidade II, com o auxílio das professoras Sâmia Souza, aluna e professora da Escola Dom Bosco, o qual iniciou seus estudos de balé clássico aos 4 anos de idade, estando desde 2010 no balé Rita Nascimento. Tailô Cristina aluna da professora Rita Nascimento desde os 7 anos, iniciou sua carreira como professora no SESI/RO há dez anos, onde permaneceu até final de 2013. Hoje é professora na Escola Dom Bosco e em outras escolas da cidade, e Tácia Silva de Sá Barreto que entrou para a dança aos 6 anos de idade realizando o curso de balé com o maître Adair D’Palma, na Escola Municipal de dança, contabilizando 12 anos como sua aluna e há 10 anos como profissional, sendo professora da Escola SESI-RO desde outubro de 2013.

 

Assessoria de Comunicação Social FIERO

 


Mais notícias

Escola SESI Lagoa encerra ano letivo com tradicional evento recreativo

Aluno SESI de Pimenta Bueno conquista bronze na Olimpíada Nacional de Ciências

SESI Nova Mutum Paraná promove 1ª edição da Festa da Família

SESI Saúde Cacoal realiza ações do ‘Novembro Azul’ em empresas locais