IMPRENSA
24 de setembro de 2020 - 09h15

A- A A+

SESI de Vilhena tem duas equipes aprovadas para a segunda fase da Olimpíada de História


 

Sob a orientação da professora Maria de Lourdes Souza Lima e Silva, os alunos do Novo Ensino Médio do colégio SESI-SENAI-IEL de Vilhena, Joseph Valadão Fantin, Ana Beatriz Araújo Saraiva e Alana Lago Ferreira Lima, da equipe Alunos do Tempo e Lívia Damião Vieira, Guilherme Krause Ramos e Karla Eduarda Lopes Costa, da equipe Trina Democrática, foram aprovados para segunda fase da 12ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada online, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

 A segunda fase da 12ª edição da ONHB teve início nesta terça-feira, 22, com a participação de 12,3 mil equipes de todos os estados brasileiros. Realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a competição conta com seis fases e teve início com um total de 17,4 mil grupos inscritos.

O anúncio dos medalhistas, realizado tradicionalmente em uma grande final em Campinas-SP, será feito por meio de um vídeo publicado nas redes sociais. Haverá, no mínimo, 400 equipes finalistas – o dobro dos anos anteriores -, com distribuição de 20 medalhas de ouro, 30 de prata e 40 de bronze. As medalhas e brindes serão enviados às escolas.

De acordo com a professora Maria de Lourdes Souza Lima e Silva, orientadora das equipes do SESI-SENAI-IEL de Vilhena, as olimpíadas são importantes para as escolas. Isso porque as competições incentivam a criação de uma cultura de melhoria contínua em toda a instituição: “Não são só os estudantes que melhoram. Os professores envolvidos também se aprimoram, tanto na hora de aprender o conteúdo de forma mais aprofundada, como na hora de transmiti-lo de forma eficaz aos estudantes”, garante.

A coordenadora de Educação do colégio SESI-SENAI-IEL de Vilhena, Aline Souza explica que a ONHB é realizada tradicionalmente de forma online, com apenas a fase final presencial, o que se tornou inviável neste ano por questões de segurança. Ela explica que “para isso, a plataforma da prova foi adaptada para uma versão totalmente online e mais acessível utilizando-se da tecnologia para facilitar a navegabilidade pelo celular e reduzir, ao máximo, o uso de dados. Os participantes também poderão realizar a prova de forma off-line e usar a internet somente para fazer o envio das respostas”, disse.

Ainda conforme Aline, as duas equipes de Vilhena também foram selecionadas para a segunda fase da Olimpíada do Conhecimento. 

O gerente do colégio SESI-SENAI-IEL de Vilhena, Silvio Leite lembra que apesar de cada olimpíada possuir suas particularidades, todas têm um principal objetivo em comum: despertar nos alunos a necessidade constante de autossuperação, de forma que busquem sempre conhecer mais, descobrindo coisas novas e saindo de sua zona de conforto. “Assim, o caráter desafiador e competitivo desses torneios pode ser muito positivo para incentivar alunos a se esforçarem e pensarem fora da caixa, aprimorando-se não somente como estudantes, mas também como seres humanos”, afirma. 

 

Assessoria de Comunicação Social FIERO

 

 


Mais notícias

Pavimentação asfáltica garante qualidade e segurança à comunidade escolar do SESI-SENAI-IEL de Cacoal

SESI-SENAI-IEL Lagoa leva alunos para um mergulho virtual ao mundo da leitura

Mega Aulão remoto movimenta alunos do colégio SESI-SENAI-IEL de Pimenta Bueno

Colégios SESI-SENAI Rondônia utilizam ferramenta Lego como instrumento de aprendizagem