Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao navegar, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Aviso de Privacidade e nossa Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

IMPRENSA
11 de May de 2022 - 08h55

A- A A+

Colégios SESI de Rondônia arrecadam mais de 8 toneladas de alimentos na Páscoa Solidária

Mais de 8 toneladas de alimentos foram arrecadadas durante a Páscoa Solidária promovida pelos colégios do Serviço Social da Indústria (SESI) de Rondônia. A campanha, que faz parte do calendário de atividades da rede, aconteceu durante todo o mês de abril. Participaram os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e as turmas do Novo Ensino Médio, da capital e do distrito de Nova Mutum-Paraná (educação infantil), Cacoal e Pimenta Bueno. Na unidade de Vilhena houve uma confraternização entre os alunos da educação infantil.


Na unidade de Porto Velho, o evento ocorreu em forma de gincana, e as turmas vencedoras este ano foram: 5º Ano B, 6º Ano B, 9º Ano A e 2ª Série A, do NEM. Como prêmio, elas terão direito a um dia de diversão no complexo esportivo do SESI.


De acordo com a coordenadora pedagógica da unidade da capital, Juliane Loubach, a gincana foi dividida por categorias entre as turmas e cada uma das equipes deveria cumprir três tarefas. A primeira, era fazer uma foto criativa da turma com uma frase sobre o tema “Solidariedade”. Depois ela deveria ser postada e compartilhada nas redes sociais, marcando o @SESIDRRO.


A segunda era fazer uma parceria com alguma empresa ou instituição para fixar os pontos de coleta dos alimentos. “Tivemos turmas que foram até os mercados e devidamente autorizados pelas empresas, fizeram panfletagem junto aos clientes explicando o motivo da coleta dos alimentos”, disse Juliane. Ela completou informando que algumas turmas tinham postos de coletas em outros estabelecimentos, como academias, lojas, farmácias e até em órgãos governamentais. “Uma das turmas fez um posto de coleta no CPA”, afirmou.


A terceira e última tarefa era a contagem de pontos por alimento arrecadado. “Exemplificando. Um quilo de arroz valia 100 pontos. Já um quilo de açúcar, 60 pontos e assim, cada tipo de alimento tinha uma pontuação diferente”, explicou. “A turma que mais arrecadou de todas as vencedoras, foi o 9º Ano A, que somou ao todo, 156 mil pontos”, comentou a coordenadora pedagógica.


Juliane explicou que nas primeiras edições da Pascoa Solidária, somente os alunos levavam os alimentos para doação. Como o total não era tão significante, em 2017, a ação foi transformada em gincana, pois o objetivo era também chamar a atenção para o engajamento de toda a comunidade. “Tanto que neste ano, conseguimos esse expressivo número de doações”, ressaltou Juliane.


A gerente da unidade SESI-SENAI Lagoa, em Porto Velho, Fabiana Amaral considerou a arrecadação de forma extremamente positiva, pois houve participação maciça dos alunos. “Sabemos que todos passam por dificuldades, mas constatamos que a solidariedade e a vontade de ajudar os mais necessitados, falaram mais alto. Ficamos muito felizes com este resultado”, comemorou.


O superintendente do SESI Alex Santiago, enalteceu a ação pois, segundo ele, demostra que os alunos além da sua capacidade de aprendizado, possuem visão social que possibilita o engajamento desta coletividade em benefício de uma parte da sociedade que enfrenta dificuldades diante da crise instalada, não só no Brasil, mas no mundo inteiro. “Recebemos esses resultados com alegria, pois vemos que esses jovens estão se transformando em verdadeiros cidadãos. Parabenizo a direção da escola e seu corpo docente e demais profissionais da educação, por conduzir com maestria essa atividade solidária”, comemorou.


Entidades beneficiadas

 

Quanto à distribuição dos alimentos, Juliano Loubach disse que os alimentos serão separados e divididos por entidades beneficentes. “Não doamos diretamente para a comunidade. Entregamos para instituições que atendem famílias em situação de vulnerabilidade, como por exemplo, a Associação dos Moradores da Vila Princesa”, exemplificou.


Como em anos anteriores, o Núcleo de Apoio de Criança com Câncer (NACC) será uma das entidades beneficiadas. Os alimentos servem para atender as famílias, que são acolhidas na casa de apoio, durante o tratamento do paciente em Porto Velho. “Outra instituição que sempre recebe nossas doações, é o Cáritas, que abriga venezuelanos.


A entrega para essas instituições deve ocorrer até o final da próxima semana, período em que devem ser montadas todas as cestas para doação. Conforme Juliane, neste ano, por questões de logística, as entidades retirarão os alimentos na unidade do SESI Lagoa. “Os alunos das equipes vencedoras vão participar desta ação”, confirmou.


Mais notícias

Alunos do SESI Lagoa participam de palestra sobre Saúde Emocional

Alunos do SESI de Pimenta Bueno conquistam 2º lugar na etapa regional da OBR

Palestra sobre Gestão de Absenteísmo reúne funcionários da FIERO, SESI, SENAI e IEL

SESI-RO promove várias atividades para comemorar o Dia dos Pais