Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao navegar, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Aviso de Privacidade e nossa Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

IMPRENSA
03 de June de 2022 - 08h38

A- A A+

Alunos do SESI-SENAI-IEL Lagoa e SESI Nova Mutum-Paraná participam de ações do “Maio Amarelo”

“Juntos Salvamos Vidas” foi o tema da campanha Maio Amarelo 2022. Como nos anos anteriores, o objetivo da iniciativa é reduzir acidentes de trânsito e evitar mortes. Com o mesmo intuito, as unidades SESI-SENAI-IEL Lagoa e SESI de Nova Mutum Paraná realizaram durante o mês de maio, atividades sobre a temática, como pesquisa, redação, desenhos e ações de conscientização para um trânsito mais seguro, como forma de conscientizar os estudantes do ensino infantil ao médio sobre os cuidados no trânsito.  

SESI Lagoa

 A iniciativa, sob a coordenação da professora Priscila Freitas, da unidade Lagoa, teve a participação dos alunos do 1º ao 5º ano, contou ainda com a parceria de outros docentes da unidade e da Secretaria de Segurança Pública, que disponibilizou o sargento PM Radilson Reis da Silva.

A professora Priscila ressaltou a importância da campanha criada em 2014, pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O “Maio Amarelo” é mundial e teve início em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito.

No encerramento, a polícia de trânsito desenvolveu palestras e dinâmicas voltadas ao “Maio Amarelo”, inclusive com a realização de ações práticas e teóricas sobre a forma correta de se comportar no trânsito, não apenas como motorista, mas como pedestres. Priscila defendeu que a "vacina" da conscientização para o motorista, é a única ação mais eficaz contra problema.

A gerente da unidade, Fabiana Amaral lembrou que, além das campanhas pela redução de acidentes e por uma direção mais responsável por parte dos brasileiros, a campanha incentiva também o uso de um laço amarelo. Como o laço rosa alerta sobre o câncer de mama, o vermelho sobre a Aids e assim por diante, o laço amarelo é usado para conscientizar as pessoas sobre o tamanho do problema. A campanha usa a cor amarela em referência ao sinal de advertência no semáforo, que simboliza a atenção necessária para a causa.

A pedagoga Tatiana Botelho parabenizou a iniciativa da docente, que coordenou as atividades e articulou as parcerias. “A atividade de conscientização do “Maio Amarelo” teve como culminância, um concurso de desenho para os alunos do 1º ao 3º ano e escrita para os alunos do 4º e 5º ano, no qual foram selecionadas as produções destaque de cada sala e os alunos foram premiados pelo trabalho”.

Estudante do terceiro ano, do SESI Lagoa, Beatriz Pessoa, produziu um desenho ilustrando os cuidados necessários para um trânsito mais seguro. A jovem comenta que “fazer o desenho foi muito fácil, pois fazemos parte do trânsito diariamente”.

 SESI Nova Mutum- Paraná

Já em Nova Mutum-Paraná, os alunos da Educação Infantil fizeram o Circuito Maio Amarelo, uma atividade lúdica para a aprendizagem das regras de trânsito.  Os estudantes do Fundamental I participaram de atividades promovidas por agentes locais do Detran. Todas as atividades contaram com a supervisão das professoras Rosicleide Ramos, Ana Cleia Diogenes, Flávia Dias, Irinilde do Carmo, Liliane Leite, Beatriz Passos, apoio educacional da pedagoga Ana Paula e colaboração da funcionária de Andreia Menezes.

De acordo com Ana Paula, “todos os alunos gostaram das atividades, principalmente porque aprenderam sobre um tema importante, que é os cuidados que devemos ter no trânsito, as regras, as consequências da imprudência, mas tudo de forma lúdica. Vale destacar a parceria com o Detran, que disponibilizou seus profissionais, que marcaram presença no nosso evento alusivo ao “Maio Amarelo”.

Ana acrescentou que os agentes mostraram para os alunos como o cidadão, que atitudes simples e eficazes podem ser colocadas em prática para reduzir os acidentes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito e adotar regras de direção defensiva.

Polícia Rodoviária Federal

A campanha nacional tem a participação de órgãos governamentais e diversas organizações, dentre elas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) que empreende ações como campanhas educativas nas redes sociais e foco na educação para o trânsito, durante as fiscalizações nas rodovias federais de todo o Brasil.

As estatísticas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que o alto índice de acidentes graves e fatais no Brasil tem como causa principal as falhas humanas. Os dados da PRF mostram que o número de acidentes tem se mantido constante no país nos últimos anos.

Em 2020, foram registrados 63.578 acidentes nas rodovias federais, resultando em 71.511 pessoas feridas e 5.293 mortas. Em 2021, foram 64.518 acidentes, com 71.804 pessoas feridas e 5.393 mortas. No primeiro trimestre de 2022 ocorreram 14.976 acidentes nas rodovias federais do Brasil, o que corresponde a 23% do total do ano anterior. Esses acidentes resultaram em 17.115 pessoas feridas e 1.283 mortas. A expectativa é que a promoção de ações educativas intensivas, como as ocorridas durante o “Maio Amarelo”, contribua para reduzir essas ocorrências.

 


Mais notícias

Colégios SESI retornam às atividades escolares

Mundo da educação e da tecnologia caminham entrelaçados no SESI e SENAI de Rondônia

Equipe de futsal do SESI-SENAI de Pimenta Bueno é campeã nos jogos municipais

Nova formação da equipe ELEV3R do SESI-SENAI de Vilhena participa do primeiro desafio em competição nacional