IMPRENSA
05 de julho de 2019 - 15h11

A- A A+

Na Fiero, diretores e empresários participam do 5º Diálogo da Rede Sindical da Indústria

“Reforma Tributária: como resolver as distorções do sistema tributário brasileiro”. Este foi o tema central de discussão do 5º Diálogo da Rede Sindical da Indústria, evento realizado nesta quinta-feira, 4, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), através do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), com transmissão online diretamente de Brasília para todo o país.

 

Em Rondônia, diretores de sindicatos industriais e do Sistema Fiero acompanharam o evento na sede da Federação das Indústrias do Estado, em Porto Velho. O debate reuniu especialistas da área como Bernard Appy, economista e diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), que é o mentor da proposta de reforma Tributária que está em tramitação no Congresso Nacional e já teve admissibilidade na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara na Câmara dos Deputados.

 

Para o presidente do Sistema Fiero, Marcelo Thomé, que acompanhou a transmissão do Diálogo Industrial, a pauta é importante para os empreendedores, pois é fundamental avançar nessa PEC 45/2019 para assegurar a retomada da geração de emprego e renda. Por acreditar que o país só voltará a crescer com incentivos para a indústria e a redução da tributação que hoje sufoca a iniciativa privada, Thomé defende a necessidade de acompanhar o andamento dessa proposta.

 

Bernard Appy ressaltou que a PEC 45/2019 consolida o resultado do trabalho desenvolvido pelo CCiF nos últimos três anos e meio buscando encontrar uma boa proposta de reforma da tributação dos bens e serviços no Brasil. “Do ponto de vista do impacto sobre produtividade de crescimento da economia do país, sem dúvida nenhuma a pauta da tributação de bens e serviços, que está materializada nessa proposta, é a parte mais importante”, afirmou o economista.

 

Em seguida, o gerente de Políticas Fiscal e Tributária da CNI, Mário Sérgio Carraro Telles falou sobre as distorções do sistema tributário brasileiro e seu impacto sobre a indústria. Já diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Eduardo Abjaodi, foi o responsável pela abertura do Diálogo Industrial, que teve como mediadora Camilla Cavalcanti, gerente-Executiva de Desenvolvimento Associativo da CNI.

 

Os presidentes dos sindicatos Sindipan-RO, José Balbino Nascimento; do Sinduscon-RO, Emerson Fidel; do Sindigraf-RO, Edson Carlos Coelho Costa; do Sinicon-RO, Alan Gurgel do Amaral; a presidente do Sindivest-RO, Cida Mourão; o presidente do Sindibebidas-RO, Hélio Lins Ferreira; o superintendente da Fiero, Gilberto Baptista, dentre outros convidados, também acompanharam o 5º Diálogo da Rede Sindical da Indústria.

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero 


Mais notícias

Encontros empresariais debatem tendências em economia circular e propostas para melhorar saúde suplementar, no dia 24 de setembro, em São Paulo

Campanha Compre de Rondônia visa promover os produtos locais

Alunos da Escola Sesi-Senai-IEL de Pimenta Bueno participam do projeto Sistema Monetário

Aluna da Escola Sesi-Senai-IEL de Cacoal é destaque na fase estadual do Joer 2019