IMPRENSA
02 de julho de 2019 - 14h30

A- A A+

SENAI e Amazon Web Services se unem para incentivar a educação no Brasil

Estudantes, docentes e pesquisadores terão acesso à programas educacionais da AWS sobre tecnologia, especialmente computação em nuvem

A Amazon Web Services (AWS), uma companhia Amazon.com (NASDAQ: AMZN), anunciou hoje a assinatura de um Memorando de Entendimento com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), para que as instituições promovam conjuntamente projetos voltados à educação tecnológica no Brasil. Por meio de programas de capacitação de profissionais, a cooperação busca atender a demanda constante do mercado de mão de obra qualificada por tecnologia, em áreas como aprendizado de máquina, inteligência artificial e internet das coisas, entre outras relacionadas à computação em nuvem.

A colaboração fornecerá suporte, treinamento e eventos virtuais para a comunidade acadêmica do SENAI, para que eles possam ser capacitados com o conteúdo dos programas globais da AWS em educação, pesquisa e inovação, como o AWS Educate e a AWS Academy. "Estamos em um momento muito positivo. As instituições já entenderam os benefícios da tecnologia e estão procurando novas maneiras de usar os recursos da computação em nuvem." Juntamente com o SENAI, temos a oportunidade de fortalecer e capacitar uma nova geração de profissionais brasileiros, que serão inovadores e terão o conhecimento para trabalhar com as tecnologias mais avançadas ", afirma Max Peterson, vice-presidente de vendas internacionais do setor público da AWS.

“A parceria com a AWS vai ajudar o SENAI a cumprir uma de suas mais relevantes missões, que é formar os profissionais que vão trabalhar com as novas tecnologias digitais”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. “A formação dos jovens e a requalificação dos trabalhadores é fator decisivo para que o Brasil se insira na quarta revolução industrial, criando oportunidades de empregos de qualidade”, complementa.

 

Programas cobertos:

● O AWS Educate é uma iniciativa global da Amazon que oferece aos alunos e docentes os recursos necessários para acelerar o aprendizado relacionado à nuvem. No Brasil, o AWS Educate possui mais de 8.000 membros, de 119 instituições, incluindo USP, Unicamp, Mackenzie, UFRJ e o grupo Kroton. No final de 2018, a cidade de Araraquara e seis instituições educacionais da cidade aderiram ao programa para treinar 1.000 alunos com conhecimento e habilidades em computação em nuvem. Assim, a cidade se tornou um hub, onde a AWS está disponibilizando créditos para o desenvolvimento de projetos de tecnologia em nuvem pelos alunos.

Na parceria com o SENAI, mais de 3.000 integrantes serão capacitados no primeiro ano de trabalho, tornando o SENAI o maior polo do Brasil. A AWS também fornecerá créditos para o desenvolvimento de projetos de tecnologia em nuvem.

Em todo o mundo, mais de 2.400 instituições participam deste movimento, incluindo a Carnegie Mellon University, a Cornell Tech, a Universidade Nacional de Seul e o National College of Ireland. Há centenas de milhares de inscritos, beneficiando estudantes em mais de 200 países e territórios.

●  AWS Academy, dividida em:

- AWS Academy Cloud Foundation é um curso introdutório que fornece uma visão geral dos conceitos de nuvem, serviços principais da AWS, segurança, arquitetura, preços e suporte;

- AWS Academy Cloud Architecting, um curso focado em especialização técnica em computação em nuvem e as habilidades necessárias para obter a certificação AWS Certified Solutions Architect.

No primeiro ano de trabalho, o SENAI engajará 10 unidades de tecnologia de sua rede de faculdades no programa, impulsionando o treinamento e a certificação de profissionais focados em projetos de tecnologia em nuvem, que são amplamente procurados por empresas de tecnologia.

AWS Cloud Credits for Research, um programa que apoia pesquisadores que procuraram:

- Criar soluções baseadas em nuvem para facilitar sua pesquisa e trabalhar com suas comunidades;

- Criar provas de conceito ou benchmark para avaliar a eficácia de cargas de trabalho de pesquisa ou pacotes de dados na nuvem;

- Realizar workshops e tutoriais para treinar sua comunidade.

A AWS fornecerá créditos para projetos em nuvem aos alunos participantes do projeto SENAI Saga de Inovação, que visa fomentar a inovação idealizada pelos alunos e docentes do SENAI, trazendo soluções para o setor nas mais variadas demandas.

AWS Activate, um programa de relacionamento com startups, no qual a AWS fornece uma infraestrutura econômica e fácil de usar para escalar e crescer. As startups têm os recursos de que precisam para começar rapidamente com a AWS, incluindo créditos, treinamento e suporte. Airbnb, Lyft e Slack estão entre as startups que participaram do programa.

 

Sobre Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)

Fundado em 1942, o SENAI é o maior complexo privado de educação profissional e serviços tecnológicos da América Latina. Desde que foi criado, realizou mais de 76 milhões de matrículas em cursos que vão da iniciação profissional, passando por cursos técnicos até a pós-graduação tecnológica. Apenas em 2018, foram realizadas mais de 2,3 milhões de matrículas em 587 unidades fixas e 457 móveis, incluindo os barcos-escola Samaúma I e II. Possui também a maior estrutura de apoio à inovação e tecnologia na indústria no Brasil. Com uma rede de 26 Institutos de Inovação e 58 Institutos de Tecnologia, a instituição também é o maior parceiro da indústria no apoio a projetos de pesquisa, desenvolvimento, inovação e serviços técnicos. No ano passado, realizou 1.334.971 ensaios laboratoriais e atendeu a 19.749 empresas com serviços técnicos e tecnológicos.

 

Sobre a Amazon Web Services

Há 13 anos, a Amazon Web Services é a plataforma em nuvem mais abrangente e amplamente adotada do mundo. A AWS oferece mais de 165 serviços completos para computação, armazenamento, banco de dados, networking, analytics, robótica, machine learning e inteligência artificial (IA),  Internet das Coisas (IoT), mobile, segurança, hibridização, realidade virtual e realidade aumentada (VR e AR), mídia, e desenvolvimento de aplicações, deployment e gerenciamento de 66 zonas de disponibilidade (AZ) em 21 regiões geográficas em todo o mundo, abrangendo EUA, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha,  Região Administrativa Especial de Hong Kong,  Índia, Irlanda, Japão, Coréia, Singapura, Suécia e Reino Unido. Os serviços da AWS contam com a confiança de milhões de clientes ativos em todo o mundo – incluindo as startups que mais crescem no mercado, as maiores corporações e principais órgãos governamentais – para viabilizar suas infraestruturas, agilizá-las e reduzir custos. Para saber mais sobre a AWS, acesse aws.amazon.com.


ATENDIMENTO À IMPRENSA

Superintendência de Jornalismo da CNI

(61) 3317-9578 / 9842

imprensa@cni.com.br 

SITE

http://www.portaldaindustria.com.br/ 

REDES SOCIAIS

https://twitter.com/CNI_br

https://www.facebook.com/cnibrasil

http://www.youtube.com/user/cniweb 

IMAGENS

https://www.flickr.com/photos/cniweb/


Mais notícias

Fiero adere ao Projeto do Pacto pela Aprendizagem idealizado pelo senador Confúcio Moura

Escola do SESI tem desempenho igual ao de Cingapura em Matemática

Alunos do Senai participam de visita técnica à 8ª. Rondônia Rural Show

Escola Senai CETEM inicia quinta turma de eletricista de redes