Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao navegar, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Aviso de Privacidade e nossa Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

IMPRENSA
28 de November de 2022 - 09h22

A- A A+

Parceria entre Instituto Amazônia+21 e Energisa reafirma compromisso com a descarbonização

Projetos que visam o desenvolvimento da região Amazônica alinhados à sustentabilidade são alguns dos compromissos do Instituto Amazônia+21, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), com apoio das demais Federações das Indústrias que compõem a Amazônia Legal da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Desde a sua concepção, grandes empresas têm aderido à finalidade em fortalecer negócios sustentáveis.


Dentre os propósitos do Instituto Amazônia+ 21 estão a agricultura de baixa emissão, mineração sustentável, bioeconomia, biotecnologia e energia limpa. Um dos seus parceiros, a Energisa Rondônia, aposta num programa de descarbonização. De acordo com o diretor presidente da empresa, André Theobald, a companhia está realizando a desativação de termelétricas a óleo diesel no estado, evitando a emissão de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera. “Estamos fazendo a nossa parte e já efetuamos a desativação de 12 termelétricas em Rondônia. A 13ª será desligada ainda em dezembro”, afirma.


A Energisa Rondônia, que formalizou sua adesão ao Instituto Amazônia+21 em junho deste ano, vem trabalhando na modernização dos sistemas de distribuição. Nestes quatro anos de atuação no estado, a empresa já investiu R$ 2,5 bilhões, garantindo energia para os 52 municípios, atendendo mais de 600 mil clientes. “Investimos na transformação da infraestrutura elétrica de Rondônia, preparando o estado para o futuro, afinal, o acesso a uma energia abundante e de qualidade é um atrativo para novos investimentos, explica Theobald.


Para o presidente da FIERO, Marcelo Thomé, que também preside o Instituto Amazônia+21, iniciativas como a da Energisa reforçam o compromisso que a empresa tem com o futuro econômico do Estado. “Através da modernização do parque energético, Rondônia se consolida e está pronta para receber novas empresas, movimentando a economia com geração de renda e qualidade de vida da população rondoniense”, comenta.


A Energisa também é parceira do Instituto Amazônia+21 no fortalecimento de negócios inovadores em prol do desenvolvimento econômico e social da região. “Um exemplo são os aportes disponibilizados por meio da facility de investimentos, um dos quatro principais projetos de desenvolvimento sustentável do Instituto”, ressalta Marcelo Thomé.


Mais notícias

FIERO e SENAI apresentam soluções para empresário da indústria têxtil

Em visita à FIERO, deputada federal Cristiane Lopes reafirma compromisso com a indústria rondoniense

SESI está com matrículas abertas em suas unidades de Rondônia

Redução do déficit primário é importante, mas solução não deve passar por mudanças no CARF, avalia CNI