IMPRENSA
17 de agosto de 2020 - 14h57

A- A A+

Desenvolvimento sustentável da Amazônia é debatido pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, e presidente da CNI

A live, que ocorre na quarta-feira (19), é parte do Fórum Amazônia +21, iniciativa reúne autoridades e

especialistas para busca de uma nova visão para a região amazônica

 

O vice-presidente da República e presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, general Hamilton Mourão, e o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, vão debater caminhos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia em live nesta quarta-feira, 19 de agosto, a partir das 10h. O diálogo on-line, ao vivo e gratuito, é parte do Fórum Mundial Amazônia +21, uma ampla iniciativa para mapear perspectivas e buscar soluções para temas como biociência, tecnologia, meio ambiente, inovação, sustentabilidade, que levem crescimento à região e melhores condições de vida para seus mais de 20 milhões de habitantes. Também participa da conversa o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia e presidente da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho, Marcelo Thomé de Almeida. As inscrições podem ser feitas aqui.


“A ideia é que a identidade cultural e o desenvolvimento econômico da Amazônia caminhem juntos para que sejam criados novos modelos sustentáveis para a região, com articulação e colaboração entre governo, setor produtivo, academia, sociedade civil e instituições de fomento”, defende o presidente da CNI, Robson Andrade.


A live do dia 19, Visão de Futuro, Oportunidades e Desafios para a Região Amazônica, é um dos eventos preparatórios do Fórum MundialAmazônia+21. A iniciativa reúne mais de cem instituições nacionais e internacionais, além de empresários, especialistas, pesquisadores, órgãos de fomento, formadores de opinião, autoridades públicas e investidores, na busca de um novo modelo, com geração de riquezas e renda para as comunidades amazônicas e proteção do bioma. “Precisamos sair da falsa dicotomia entre conservação versus desenvolvimento. Ambas caminham juntas e precisam garantir mais qualidade de vida às populações amazônicas”, destaca Thomé.


Até novembro, vários outros debates serão realizados, como preparação para o Fórum, que ocorrerá de 4 a 6 de novembro deste ano. O movimento, permanente, promoverá conversas sobre os desafios e as soluções para a Amazônia em quatro eixos temáticos negócios sustentáveis, cultura, financiamento dos programas (funding) e ciência, tecnologia e inovação.


O Fórum é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), com apoio da CNI, da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho, da Prefeitura Municipal de Porto Velho e da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura de Rondônia.


SERVIÇO


Debate virtual ao vivo sobre o desenvolvimento da Amazônia


Quando: 19 de agosto, às 10h (horário de Brasília)


Inscrições (gratuitas e mediante breve cadastro): https://amazonia21.encontrodigital.com.br/


Para acompanhar o debate ao vivo: https://www.youtube.com/watch?v=bPEySn7ZM_w&feature=youtu.be

 


Mais notícias

Leilões de saneamento bem-sucedidos mostram disposição da iniciativa privada para investir no setor

Um sistema industrial forte

68 por cento das indústrias estão com dificuldades para obter insumos no Brasil, mostra pesquisa da CNI

Privatizações e reforma de tributária são essenciais para o Brasil voltar a crescer, diz presidente da CNI