IMPRENSA
23 de November de 2021 - 11h43

A- A A+

SENAI está em plena era da transformação digital


A transformação digital em sua revolucionária trajetória disruptiva está levando setores tradicionais da indústria a criar vagas de nível médio e superior em ao menos 30 novas profissões conforme projeção da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que inclui, por exemplos setores da indústria como o automotivo, o de alimentos, bebidas e o da construção civil, entre outros.

O coordenador de Educação Básica e Profissional do SESI-SENAI-IEL-RO, Jair Coelho afirma que a chamada indústria 4.0, que já produz transformações em setores como o automotivo, de alimentos e bebidas e de petróleo e gás, integrando o mundo físico e o virtual por meio de tecnologias digitais, como internet das coisas, big data e inteligência artificial, para tanto e em resposta ágil, o SENAI já tem em seu portfólio o “Curso Técnico em Cibersistemas para Automação.

“O termo inteligência artificial foi criado em 1956, mas só se evidenciou hoje graças aos crescentes volumes de dados disponíveis, algoritmos avançados, e melhorias no poder e no armazenamento computacionais” pontua Coelho.

Coelho ressalta que a projeção contou com a participação de analistas do SENAI, representantes de empresas, sindicatos de trabalhadores e de universidades, totalizando 20 especialistas.

Conforme Coelho, o setor automotivo está entre os que mais demandará profissionais para vagas ligadas à transformação digital, que trará tecnologias como a eletromobilidade, robótica colaborativa para a rotina da produção. Segundo o estudo do SENAI, entre 31% e 50% das empresas do segmento vão criar vagas de mecânico de veículos híbridos, mecânico especialista em telemetria, programador de unidades de controles eletrônicos e técnico em informática veicular.

Ele também cita que na indústria de alimentos e bebidas, está prevista a criação de oportunidades para técnicos em impressão de alimentos, especialista em aplicações de tecnologias de informação e comunicação para rastreabilidade de alimentos e especialista em aplicações de embalagens para alimentos.

Ainda de acordo com a projeção, acrescenta o coordenador do SENAI-RO, no segmento da construção civil, foram listadas cinco profissões: integrador de sistema de automação predial, técnico de construção seca, técnico em automação predial, gestor de logística de canteiro de obras e instalador de sistemas de automação predial.

 


Mais notícias

SENAI lança programa gratuito de formação em tecnologias de nuvem com Google Cloud

SENAI Rondônia participa de homenagem aos gestores das unidades de todo o Brasil

SENAI Rondônia tem duas unidades premiadas no Grand Prix de Inovação

Unidade de Cacoal promove palestras, exposição e oficina no evento Mundo SENAI