IMPRENSA
05 de February de 2024 - 08h12

A- A A+

Situação financeira melhora para pequenas indústrias em 2023, mostra CNI

Panorama da Pequena Indústria aponta aumento das perspectivas e alta da confiança neste ano. Pesquisa também trata do aumento da preocupação com a alta carga tributária e competição desleal

 

A pequena indústria, aquelas que empregam entre 20 e 99 trabalhadores, registrou melhora da situação financeira e estabilidade no desempenho no último trimestre do ano passado. Diante disso, as perspectivas e a confiança para 2024 estão acima da média histórica. Os dados fazem parte do Panorama da Pequena Indústria (PPI), divulgado nesta segunda-feira (5).

 

A pesquisa mostra alta de 0,7 ponto no Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), que subiu para 51,2 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário e quanto maior o índice, mais disseminada é a confiança. É a terceira alta consecutiva do índice, que pode ser explicada pelas expectativas para os próximos seis meses, que seguem positivas.

 

O Índice de Perspectivas das indústrias de pequeno porte avançou 2,3 pontos, para 49,4 pontos em janeiro de 2023, e mostra que, na visão do empresário, as perspectivas são mais positivas do que o usual para o período. Este indicador leva em conta as expectativas dos empresários de pequenas empresas com relação a evolução da demanda, expectativa de evolução do número de empregados e intenção de investimento.

 

>> Confira aqui a sonora com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

 

Indústria da transformação está mais preocupada com carga tributária e competição desleal

 

A elevada carga tributária segue sendo o principal problema enfrentado pelas pequenas indústrias de transformação, com aumento de registros de 38,8% para 41,6% e, no último trimestre de 2023, passou a ser o principal problema também da indústria da construção (com 26,9%).

 

Além disso, compõem o ranking das preocupações das pequenas indústrias a demanda interna insuficiente e a competição desleal para indústria da transformação; e falta ou alto custo de trabalhador qualificado e taxas de juros elevadas para indústria da construção.

 

Condições financeiras das MPEs industriais estão estáveis

 

O Índice de Situação Financeira das pequenas indústrias avançou 0,8 ponto no quarto trimestre de 2023 e registrou 42,2 pontos no quarto trimestre. O resultado mostra melhora da situação financeira para pequenas indústrias e mantém o índice acima da média histórica de 38,4 pontos.

 

Neste indicador é levado em conta a satisfação com a margem de lucro operacional e com a situação financeira, além da avaliação da facilidade de acesso ao crédito.

 

Sobre o Panorama da Pequena Indústria

 

Panorama da Pequena Indústria elenca quatro indicadores: desempenho, situação financeira, perspectivas e índice de confiança. Todos os índices variam de 0 a 100 pontos. Quanto maior ele for, melhor é a performance do setor.

 

A composição dos índices leva em consideração itens como volume de produção, número de empregados, utilização da capacidade instalada, satisfação com o lucro operacional, situação financeira, facilidade de acesso ao crédito, expectativa de evolução da demanda e intenção de investimento e de contratações.

 

Além disso, a pesquisa também traz o ranking dos principais problemas enfrentados pelas pequenas indústrias em cada trimestre.

 

A pesquisa é divulgada trimestralmente com base na análise dos dados da pequena indústria levantados na Sondagem Industrial, na Sondagem Indústria da Construção e no Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI). Todos os meses, as pesquisas ouvem cerca de 900 empresários de empresas de pequeno porte.


Mais notícias

Atividade e emprego recuam na indústria da construção, mas desempenho fica acima do esperado para janeiro

Estoques industriais registram terceiro mês de queda, aponta CNI

Confiança do empresário industrial recua 0,5 ponto em fevereiro, aponta CNI

Agenda CNI: Confiança da indústria, Sondagem Industrial e Sondagem Indústria da Construção