IMPRENSA
13 de outubro de 2020 - 14h03

A- A A+

Confiança do empresário industrial em outubro se estabiliza e deve dar suporte a retomada econômica, avalia CNI

A percepção do setor industrial em relação às condições atuais das empresas e da economia está melhorando. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) se estabilizou após seqüência de altas


O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) ficou estável em outubro, quando registrou 61,8 pontos em relação aos 61,6 pontos em setembro. De acordo com o gerente de Análise Econômica da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Marcelo Azevedo, a estabilidade do índice, após fortes altas, mostra que a confiança do empresário da indústria deve dar suporte à continuidade da retomada da economia.


O ICEI está acima da média histórica de 53,2 pontos. Esse indicador varia de 0 a 100 pontos, sendo que todos os valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, melhora da situação corrente ou expectativa otimista. Foram entrevistadas 1.274 empresas, sendo 498 de pequeno porte, 494 de médio porte e 282 de grande porte, entre 1º e 7 de outubro.


O índice está acima do valor registrado em outubro de 2019, quando o ICEI ficou em 59,3 pontos.



 


Mais notícias

Leilões de saneamento bem-sucedidos mostram disposição da iniciativa privada para investir no setor

Um sistema industrial forte

68 por cento das indústrias estão com dificuldades para obter insumos no Brasil, mostra pesquisa da CNI

Privatizações e reforma de tributária são essenciais para o Brasil voltar a crescer, diz presidente da CNI