IMPRENSA
19 de fevereiro de 2021 - 09h15

A- A A+

FIERO intermedia diálogo entre sindicatos da construção civil, engenheiros e Energisa

Representantes da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), do Sindicato das Indústrias da Construção Civil de Rondônia e de Porto Velho e da Energisa se reuniram nesta quinta-feira, 18, para tratar sobre melhorias no processo de comunicação, análise e liberação de projetos de energia. A conversa entre os associados foi organizada pela FIERO em razão do interesse pela aprovação de projetos de geração solar integrados à rede elétrica, a chamada geração distribuída, e por novas ligações, inclusive porque os investimentos no estado aumentaram a oferta em áreas que não eram atendidas.


Na reunião, os participantes destacaram a necessidade de criar processos que agilizem a aprovação e a adequação dos projetos às normas do setor. O diretor da Energisa André Theobald recebeu as solicitações de engenheiros eletricistas para acelerar a análise dos projetos e afirmou que medidas nesse sentido estão em andamento.


Segundo Theobald, no fim de 2020, houve a migração de todos os sistemas da antiga Ceron para os mesmos que são usados pelas empresas do Grupo Energisa. “ O projeto de transformação, passa também por melhorias na qualidade do atendimento”, disse o presidente.


“Em virtude da pandemia, todos os nossos atendimentos são efetuados via e-mail e call center, mas trabalhamos para oferecer serviços mais ágeis e de qualidade aos nossos parceiros”, disse, lembrando que a migração permitiu lançar um aplicativo para celular e melhorar o atendimento via site e whatsapp, com uso de inteligência artificial, para onde foram transferidos vários processos.


Para o presidente da FIERO, Marcelo Thomé, a melhoria passa pela implantação de procedimentos eletrônicos tanto para o envio de documentos quanto para o apontamento de pendências nos projetos técnicos. “Através de um sistema que permita uma análise única de toda documentação enviada via sistema digital, torna o processo mais ágil, pois o pior que pode acontecer é que os processos fiquem paralisados por pendências técnicas”, ponderou Thomé, que intermediou o diálogo entre os vários associados.


Ao final da reunião, ficou pré-agendada uma apresentação de melhorias e avaliação da qualidade dos novos canais de comunicação e processos. Até lá, o presidente do Sinduscon Rondônia, Emerson Fidel Campos Araújo, os engenheiros eletricistas Ricardo Marok, Victor Oliveira e George Deny, e os gerentes da Energisa Alfredo João de Brito e Daniel Andrade de Santana, que participaram da reunião, continuarão dialogando com vistas a garantir a efetividade das ações. Além disso, a Energisa fará workshops para apresentar o processo e as regras do setor.


Mais notícias

Representante da FIERO destaca importância dos Conselhos Temáticos da CNI

Escolas SESI são referência em educação inovadora

Indicadores da CNI apontam alta na atividade industrial no início do ano

FIERO prepara ciclo de palestras no Mês da Mulher