IMPRENSA
22 de July de 2021 - 16h39

A- A A+

Setor produtivo da capital ganha fôlego com decreto do executivo, diz FIERO

Nesta retomada da economia, o setor produtivo de Porto Velho ganha incentivo para enfrentamento da crise instalada desde o início da pandemia, em março de 2020. Ao editar o decreto nº 17.447/ de 21 de julho de 2021, que prorroga o prazo de validade das licenças ambientais, sanitárias e de funcionamento regular das atividades empresariais, o Executivo chancela o compromisso com a classe empresarial. Segundo o decreto municipal, têm direito ao benefício aqueles que possuem licenças vencidas no período de janeiro a agosto deste ano.


De acordo com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), Marcelo Thomé, esta decisão demonstra que a prefeitura está sensível a atual fase da economia local e que serve para mitigar as perdas que a categoria vem somando desde ano passado. “Sabemos que o cenário ainda é de alerta, por isso, esta decisão vem para auxiliar as empresas locais”, afirma.


Marcelo Thomé disse ainda que, o avanço na vacinação da capital também contribui para a volta da normalidade e da circulação de pessoas no comércio e nas atividades do entretenimento. Dados coletados na Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) indicam que até agora 52% da população de Porto Velho já recebeu a primeira dose da vacina, e 15% já está imunizada com as duas doses.


No entanto, mesmo com o avanço da vacinação, o presidente da FIERO reforça que as medidas sanitárias devem ser consideradas pela população. “Quanto mais nos precavermos, mais rápido retornaremos à normalidade, portanto, continuem utilizando máscaras, higienize as mãos e mantenham o distanciamento social”.


Mais notícias

Instituto Amazônia+21 trará projetos sustentáveis para a Amazônia

SENAI-RO forma turma de Assistente de Recursos Humanos

FIERO lança Instituto Amazônia+21 para promover negócios sustentáveis

FIERO conhece plataforma de empregabilidade da SEDI