Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao navegar, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Aviso de Privacidade e nossa Política de Privacidade. Se você concorda, clique em ACEITO.

IMPRENSA
03 de October de 2022 - 10h34

A- A A+

FIERO reúne empreendedores da indústria e agronegócio com objetivo de criar conselho temático

Com o objetivo de trazer para o mesmo campo de diálogo – indústria e agronegócio, mediante a criação do Conselho Temático do Agronegócio (COAGRO-FEIRO), acontece nesta terça-feira, 4, no salão de convenções da entidade, a partir das 9 da manhã, o primeiro encontro com a participação dos principais atores do agro rondoniense.

A proposta do presidente da Federação das Indústrias de Rondônia (FIERO), Marcelo Thomé, é promover debates, propor políticas ou medidas voltadas para a melhoria da competitividade das cadeias produtivas deste setor, realizar juntos ações para tornar a indústria e o agronegócio mais competitivos e contribuir para o desenvolvimento econômico de Rondônia. Outro fator fundamental da criação do COAGRO-FIERO, é a defesa dos interesses perante os órgãos públicos, principalmente nas questões voltadas à logística e a melhoria da infraestrutura para atender o agro e a indústria.

O evento conta com a participação do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA) e COAGRO-CNI, José Carlos Lyra e do empresário Olivier Roger Sylvain Girard, da Macroinfra – Consultores de Sociedade Simples Limitada, que vai ministrar uma palestra.

Também foram convidados empresários e empreendedores, dentre eles, Luiz Bernardo, conhecedor da agroindústria do estado, representantes da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (APROSOJA), também àqueles vinculados ao pescado, Grupo César Cassol, atuante no segmento de correção de solos e fertilizantes, da pecuária, do Grupo Rovema, representado pelo diretor financeiro Gilvan Guidin e o gerente administrativo financeiro Rodrigo Barofaldi, dentre outros.

Em Rondônia, o agronegócio tem crescimento exponencial e ele é mais forte quando agregado à indústria. “É a indústria que faz o agro competitivo, pois é seu principal fornecedor, em contrapartida, a indústria tem sido o principal fornecedor do agro, que se torna competitivo com investimento em pesquisa, melhoria de sementes, inovação tecnológica que permite o melhor aproveitamento do solo, o maquinário, tudo isso faz parte do investimento feito pela indústria à serviço do agro”.

Segundo o presidente da FIERO, Marcelo Thomé, a criação deste conselho é necessária, pois vai possibilitar o debate sobre quais estratégias e ações para a indústria rondoniense melhorar ainda mais a performance do agro e o que este segmento pode contribuir para o crescimento industrial no estado.

“O conselho vai unir forças tendo como meta também direcionar políticas da FIERO com essa finalidade, ou seja, quanto mais o agro crescer, mais a indústria crescerá. Queremos demonstrar que os dois juntos é que fazem o desenvolvimento de Rondônia”, disse o líder empresarial.  

 


Mais notícias

Parceria entre Instituto Amazônia+21 e Energisa reafirma compromisso com a descarbonização

Confiança da indústria caiu nos 29 setores analisados em novembro

Noite festiva marca outorga dos prêmios Professor Samuel Benchimol e Banco da Amazônia

Fórum de Inovação consolida estratégia de mobilização das entidades em torno do assunto, diz presidente da FIERO