IMPRENSA
28 de November de 2023 - 14h18

A- A A+

Federação das Indústrias do Estado de Rondônia estará presente na COP28

A Federação das Indústrias do estado de Rondônia (FIERO) estará presente na 28ª Conferência das Nações Unidas para o Clima (COP28). Evento em que os principais líderes mundiais se reunirão para aprovar o primeiro balanço global, o Global Stocktake (GST), sobre o cumprimento pelos países dos compromissos nacionalmente determinados a partir do Acordo de Paris de 2015.


Nos últimos anos, Rondônia lidera a agenda do desenvolvimento sustentável para a Amazônia, pelo setor privado, mobilizando as demais federações da indústria da Amazônia Legal, recebendo apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI), na iniciativa chamada Instituto Amazônia+21.


O presidente da FIERO, Marcelo Thomé, que também é diretor executivo do Instituto Amazônia +21 e presidente da Agencia de Desenvolvimento de Porto Velho, participará de diversos painéis da COP28 apresentando os projetos desenvolvidos em Rondônia.


“A FIERO levará para COP28 projetos que mostram de que forma os governos estrangeiros, empresas e investidores internacionais podem contribuir com a agenda do desenvolvimento sustentável na Amazônia, a partir das potencialidades do bioma, promovendo negócios sustentáveis na região e, principalmente, incluindo as pessoas que vivem no território”, informou Marcelo.


Um dos projetos que será apresentado por Marcelo é o Centro de Bieoconomia e Conservação da Amazônia (CBCA), ação do Instituto Amazônia+21 em parceria com a Santo Antônio Energia e o Centro de Estudos Rioterra. Empreendimento que tem por objetivo ser uma biofábrica para a produção de mudas nativas amazônicas para regenerar mais de 1 milhão de hectares de floresta por ano.


“São exemplos como o CBCA que precisamos levar para a COP28 para evidenciar que estamos fazendo corretamente, temos uma agenda de futuro estruturada e, para isso, precisamos receber apoio. São essas relações e parcerias que buscaremos construir ao longo do evento”, disse Thomé.


Para o presidente, a FIERO entendeu que o seu papel deve ser de propor soluções através de projetos e pesquisas que conectem o setor financeiro à empreendedores locais, inserindo essas empresas às cadeias nacionais e globais de valor. Assim, de fato, promover inclusão da Amazônia no processo produtivo nacional e internacional. Ao mesmo tempo em que busca preparar as pessoas do território para se inserirem nesses novos empreendimentos, desenvolvendo mão de obra qualificada. Isso é promover inclusão social e produtiva e é o que a FIERO tem feito ao longo dos últimos anos na agenda do desenvolvimento sustentável e do enfrentamento às mudanças climáticas.


A COP28 acontece em Dubai do dia 30 de novembro a 12 de dezembro e está prevista para ser a mais importante desde o Acordo de Paris em 2015. A participação da FIERO integrará a agenda de ações da CNI, que contará com a presença de mais de 100 empresários e um estande próprio no pavilhão brasileiro.


Mais notícias

FIERO inaugura o Observatório da Indústria

Confiança do empresário industrial recua 0,5 ponto em fevereiro, aponta CNI

Bolsas de até R$ 8,4 mil para pesquisadores? O Inova Talentos tem!

Decisão do Banco Central sobre juros é injustificável, afirma presidente da CNI